segunda-feira, 18 de junho de 2012

Começa o inventário da oferta turística de Juazeiro do Norte


TERÇA-FEIRA, 5 DE MAIO DE 2009
Uma reunião com professores e alunos do Cefet, no Círculo Operário São José, foi o ponto de partida para a realização do Inventário da Oferta Turística de Juazeiro do Norte. O grupo ouviu os professores Renato Dantas, Daniel Walker e José Carlos dos Santos, Secretário do Turismo e Romaria. Foi uma espécie de apresentação de uma ideia geral do município, a fim de que os alunos do curso de Turismo pudessem traçar um caminho com a abertura da Setur para prestar assessoria.
Até o próximo sábado, dia 9, a equipe estará em campo dividida em grupos distintos. A coordenação é da professora de Turismo do Cefet, Ione Chaves, auxiliada pelo também professor José Sólon Sales e Silva. Ela apresentou o grupo e a metodologia de trabalho, após o professor Renato Dantas falar sobre o imaginário existente em Juazeiro. "Aqui é uma cidade que se ergueu atraindo homens de bem diante de um espaço religioso", falou Renato.
O misticismo em torno de Juazeiro foi o centro da conversa do professor Daniel Walker. O Secretário de Turismo, José Carlos dos Santos, destacou a importância do trabalho que vai deixar o município em condições de conquistar verbas federais para o setor. O resultado do Inventur, como é chamado, vai alimentar o sistema de informações do Ministério do Turismo uma das condições para a captação de recursos destinados a projetos na área.
MÓDULOS - Um grupo formado por 12 alunos está responsável pelos módulos "A" e "B" e iniciou o trabalho de campo ainda na manhã desta segunda-feira. A professora Ione Chaves explica que o módulo "A" cuida de levantamentos sobre a infraestrutura de apoio ao turista e detalhes outros como a história do município, geografia, política, estrutura administrativa, comunicações, vias de acesso, segurança pública, atendimento médico-hospitalar, farmácias, educação e templos.
Já o módulo "B" trata dos serviços específicos como as condições de hospedagem, alimentação, agências de viagens, transportes, espaços para eventos como congressos e seminários, calendário de festividades sagradas e profanas, áreas de lazer e entretenimento, dentre outros detalhes afins. Finalmente o módulo "C" conta com 11 estudantes do Cefet. Eles levantarão os atrativos naturais, culturais e econômicos como os Arranjos Produtivos Locais (APLs). Verão sítios históricos como o Santo Sepulcro, edificações, celebrações, produção artesanal e as manifestações folclóricas.
Postado por Tarso Araújo   às 07:55

Nenhum comentário:

Postar um comentário